O primeiro acordo das dívidas trabalhistas da Santa Casa com os ex-funcionários que denunciaram na justiça para receber seus direitos foi fechado em poucos minutos, na tarde da última sexta-feira (14).

No início da noite da última sexta-feira (14), a prefeitura de Suzano informou que dos 259 credores, 140 compareceram, sendo que 94 já assinaram o acorde, e outros 46 vão analisar a proposta juntamente com seus advogados.

Os 125 restantes vão ser notificados oficialmente pelo departamento jurídico da Santa Casa para que aceitem negociar.

Ao fazer o uso da palavra durante a audiência, o prefeito Rodrigo Ashiuchi observou que ao contrário de gestores anteriores, o seu governo tomou a decisão política e administrativa de encarar e resolver o problema das reclamações e dívidas trabalhistas da Santa Casa.

Ashiuchi detalhou que, por meio do acordo, os ex-funcionários receberiam/receberão parcelas até R$ 770 por mês e terão suas dívidas quitadas integralmente até 2021.
“Em 2017, encontramos uma Santa Casa deteriorada, sem pagamentos feitos aos funcionários do mês de dezembro de 2016 e o 13º salário. Havia dívidas com fornecedores e um atendimento reduzido. Foi quando acertamos os salários, passamos a criar um plano de pagamento mensal para quitarmos as dívidas e aumentamos o número de atendimentos, não só de suzanenses como também de outras cidades da região, que representam cerca de 30% dos usuários da Santa Casa”, detalhou Ashiuchi.

Leave a Reply