Nesta quarta-feira (22), a justiça decretou a prisão temporária (30 Dias) da policial militar Nagmar Pinheiro Pereira. A mulher é a principal suspeita de ter matado o cabo Neilo Rego Lione, e ocultado o corpo do homem em uma estrada de terra, localizada em Guarulhos. Policiais da corregedoria realizaram a prisão da mulher na casa em que moravam na capital.

A captura de Nagmar aconteceu no ínicio da noite desta quarta-feira (22). Policiais ficaram a postos em frente a casa da mulher, para poder caputura-lá. As investigações apontam que o Cabo Lione foi morto através de ação de sua própria mulher.

Uma segunda mulher também participou do crime, ela também é PM e consta que trabalhava no mesmo batalhão que Nagmar e que ambas eram muito amigas.

Após a prisão, Nagmar foi conduzida ao Instituto Médico Legal (IML) Mandaqui, região norte de São Paulo. Depois, ela será levada ao Presídio Romão Gomes, onde vai ficar presente até terminarem as investigações. A família de Lione foi até a capital, para buscar as duas sobrinhas.

 

Leave a Reply