A Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que o Governo do Estado deverá comprar novos trens que poderão atender também a Linha 11-Coral a partir de 2022, dependendo do planejamento e da necessidade operacional.
A Linha 11 é composta por trens novos desde janeiro deste ano, que são referentes ao último lote comprado pela CPTM e entregue a partir de 2016.
Desde janeiro deste ano, a frota da Linha 11-Coral é composta somente por trens novos, provenientes do último lote comprado pela CPTM e entregue a partir de 2016. “Após essa renovação da frota, os moradores do Alto Tietê também foram beneficiados com o fim da transferência na Estação Guaianases. Desde abril, o serviço Expresso Leste-Mogi realiza viagens de Estudantes à Estação Luz durante todo o horário comercial”, afirmou a companhia em nota.
Ainda de acordo com a CPTM, “as novas composições que estão na linha possuem ar condicionado, salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), monitoramento com câmeras na parte externa e interna, além de possuírem todos os itens de acessibilidade (sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, espaço para cadeirantes, mapa com indicação luminosa das estações para deficientes auditivos e áudio para deficientes visuais). Também dispõem de monitores digitais internos com informações sobre a prestação de serviços e reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria”.
Passageiros
A população suzanense que utiliza a Linha 11-Coral que corresponde a Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) pede por nova frota de trens para atender aos usuários.
De acordo com alegações, a frota atual não consegue suportar a quantidade de pessoas que utilizam os trens diariamente, principalmente em horários de pico.
A auxiliar de enfermagem, Érika de Araújo, afirma que utiliza diariamente a Linha 11 e afirma que novos trens ajudariam a diminuir a quantidade de pessoas nos vagões, principalmente em horários de pico, no qual o movimento é maior.

“Ia ser maravilhoso Você paga a passagem e não consegue sentar, vai em pé a viagem inteira”.

A doméstica Joana Soares conta que seria uma boa opção a chegada de novos trens para a Linha 11. Ela ainda afirma que não anda de trem com frequência, mas quando precisa sempre está cheio. “De manhã acho que é pior ainda. Seria muito bom se novos trens fossem destinados à essa linha, porque ela é muito cheia”.
A doméstica Neide Nunes compartilha das mesmas opiniões de Joana e acrescenta: “minha filha precisa acordar mais cedo para ir ao trabalho para conseguir sentar. Essa linha é uma das mais cheias. Novos trens seriam uma boa opção para a diminuir o número de pessoas em um mesmo vagão”.
A munícipe Regiane Olegário comenta que a chegada de novos trens ajudaria bastante os usuários que dependem deste tipo de transporte para se locomoverem. “Seria muito bom a chegada de novos trens. De manhã é bem cheio e os intervalos, principalmente em finais de semana, são grandes”.

(Isabelle Santini – Diário de Suzano)

Leave a Reply