Detentos deixaram o CDP de Mogi das Cruzes com base em recomendação da pandemia do Conselho Nacional de Justiça. — Foto: Reprodução/ TV Diário

Cerca de 120 detentos que estavam custodiados nos Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade de Mogi das Cruzes e Suzano foram soltos com base na recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça com orientações ao judiciário para evitar contaminações em massa da Covid-19.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), A Justiça determinou a soltura de 33 detentos que estavam no CDP de Mogi e 89 na unidade de Suzano.

Ainda segundo a SAP, dos 3.032 custodiados nos CDPs de Suzano e Mogi, 48 testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia, mas todos estão recuperados.

Os critérios para a soltura dos detentos, de acordo com o Painel Covid do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), foram: ter acima de 60 anos, comorbidades, confirmados com a Covid-19 entre outros.

Fonte: G1

 

 

Deixe uma resposta