Na última quarta-feira (10) a Secretaria de Saúde de Suzano, concluiu a segunda etapa de vacinação casa a casa voltada às pessoas acamadas e seus cuidadores. Ao todo, 32 pessoas acamadas vinculadas ao programa ‘’Melhor em Casa’’ receberam a visita da Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar (Emad). Nesta quinta e sexta-feira (11 e 12/02), o foco será imunizar idosos de 80 anos ou mais.  

A partir desta quinta-feira, os familiares dos demais acamados, que não fazem parte do programa ‘’Melhor em Casa’’, devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) ou de Saúde da Família (USF) mais próxima para preencher uma filipeta e assim entrar para a lista de vacinação. A ideia é garantir a dose ao acamado e a seu cuidador principal.  

Já a etapa de imunização dos idosos com idade a partir de 80 anos será executada nesta quinta e sexta-feira, das 9 às 17 horas, nos três polos de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) em Suzano: Arena Suzano (avenida Senador Roberto Simonsen, 90 – Jardim Imperador), no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) Alberto de Sousa Candido (rua Teruo Nishikawa, 570 – Jardim Gardênia Azul) e na Escola Municipal (EM) Odário Ferreira da Silva (rua Valdir Dicieri, 305 – Jardim Belém/Palmeiras). 

Para participar da campanha, o idoso deverá procurar o polo mais próximo de sua casa e apresentar documento original com foto e CPF, comprovante de endereço em Suzano e providenciar o pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br. A expectativa é de que 3 mil doses sejam aplicadas nesta fase. 

“Agora é a vez das pessoas com mais de 80 anos. Pedimos a colaboração dos familiares para que se atentem ao calendário, auxiliando os idosos, principalmente no cadastro do site ‘Vacina Já’. Isso vai garantir mais agilidade no atendimento, uma vez que todas as informações estarão à disposição dos nossos técnicos na hora da imunização”, disse o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi. 

Nesta quarta-feira, os polos também passaram por limpeza e desinfecção, a fim de garantir mais segurança aos idosos, acompanhantes e profissionais atuantes na campanha. “Este é um trabalho conjunto e não podemos descuidar. Seguimos no combate ao vírus, usando máscara, lavando as mãos e fazendo uso do álcool em gel. Mesmo com a vacina, estas recomendações permanecem como protocolos essenciais para todos os munícipes”, destacou. 

Deixe uma resposta